segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Quero soltar-me...
















Sinto aquela vontade....
Quero escrever...
Perder-me nas palavras...
Voar nos sonhos perdidos...
Estou "preso" em mim...
Correntes que me negam a liberdade...
Terrível, esta vontade de querer e não conseguir...


5 comentários:

Sopro Vida Sem Margens disse...

Escreva..escreva...nem que seja por amor...ou (à) arte!

Adorei o seu poema...


Um Beijinho
da
Assiria

Doce disse...

Solta.
Tudo o que tens e não tens.
Tudo o que queres e não queres.
O que és e não és.
Mas solta...
Não reprimas o sentimento que há em ti.
Não guardes nada que te sufoca.
É pior.
Um dia mais tarde, irás sentir o "peso" do que estás a retrair!

Como diz o bonequinho da TMN: "DEita cá para fora!" :)

Beijinho*

António Gallobar disse...

Excelente pensamento poético, parabens

Ísis disse...

Infelizmente aquilo que te prende é comum a algumas pessoas... É a chamada "humanidade" da qual muitas outras já se esqueceram...

Anónimo disse...

Lindo o teu pensamento! e como me identifico com ele!!!
Beijinho de carinho

fl