domingo, 10 de julho de 2011

espera-me...















Espera-me


Pediste-me que esperasse...

Quanto tempo?
Sorriste-me vagamente...

Deixei-me ficar,
à espera...

Veio o sol,
o calor...
Depois a chuva e o frio...
Continuei esperando...
No meu pensamento,
foste o calor nas noites frias,
aquela brisa suave que nos alivia do calor...
Várias vezes penso...
Porque espero?
Porque me pediste,
apenas isso...
Até quando irei esperar?
Irás alguma vez regressar?

Começo a sentir fraqueza em mim...
Não posso...
Não quero desistir...

Pediste-me que esperasse...

Nuno Miguel Miranda
"Parvoices" de Um Sonhador




3 comentários:

Ana Ferreira disse...

um novo desafio para ti...


arriscas??

http://desafiote-desafiarme.blogspot.com/

Raquel disse...

Es um verdadeiro poeta...porque nao publicas estes textos ?

Anónimo disse...

Muito bom mesmo